7 dicas de negócios criativos

Veja aqui algumas dicas que vão te ajudar a ser mais produtivo e gerenciar melhor seu negocio criativo.

Administrar um negócio autônomo pode ser um desafio, especialmente se você nunca teve que lidar com faturamento, acompanhamentos ou contratos antes. Essas dicas e recursos podem ajudá-lo a se sentir menos sobrecarregado em sua carreira como freelancer.

O lado comercial do freelancer é algo que pode ser facilmente considerado como garantido. Encontrar clientes autônomos e entender o que cobrar é importante, mas há muito mais para o negócio de trabalhar como freelancer. Ser capaz de ter uma comunicação adequada com seus clientes e sistemas para capturar e documentar fundos é tão crucial para o seu sucesso. Use as seguintes 7 principais dicas de negócios criativos para freelancers para maximizar suas oportunidades e manter seus clientes felizes.

  1. Configurar um resumo criativo padrão
  2. Use o Skype para contactar os clientes face a face
  3. Receba dinheiro adiantado e use software de faturamento
  4. Utilize contratos para se proteger
  5. Trabalhar com outros Freelancers
  6. Network para Ganhar Negócios de Referência
  7. Tenha um sistema para acompanhamento do cliente

1. Configurar um resumo criativo padrão

Ter um resumo criativo padrão para iniciar novos projetos de clientes vai lhe poupar muita frustração a longo prazo. Muitos clientes podem não entender como comunicar suas necessidades e metas para você. Eles também podem não entender quais informações você precisa deles para começar um projeto. Ter um resumo criativo padrão (e algumas perguntas básicas que você faz quando eles envolvem você) ajudará a garantir que você tenha o que precisa e evite confusões. A clareza da comunicação é essencial para gerenciar as expectativas de ambos os lados.

2. Use o Skype para ter tempo de contato com os clientes

Há algo a ser dito para ser capaz de olhar alguém nos olhos quando você faz negócios. Com a paisagem autônoma crescendo e criando mais oportunidades para trabalhar remotamente, muitos freelancers levam a ansiedade do cliente de trabalhar com um estranho como garantido. Quando você não é um contratado local, é essencial fazer tudo o que puder para aliviar a ansiedade de um cliente em trabalhar com você.

O Skype é uma ótima maneira de ajudar os clientes a se sentirem confortáveis ​​e poderem se comunicar com eles de maneira mais eficaz. Você pode filtrar o compartilhamento e explicar as coisas para eles em tempo real, e há vários aplicativos que permitem gravar uma chamada do Skype (com permissão) para que você possa referenciar as informações com precisão posterior. O Skype também permite que você compartilhe links com clientes na seção de bate-papo.

3. Receba um depósito adiantado de seus clientes e use software de faturamento

Quando se trata de receber dinheiro, muitos criativos ficam desconfortáveis. Inicialmente, solicitar um depósito para começar a trabalhar em um projeto faz sentido para ambas as partes e ajuda a definir as expectativas apropriadas. Isso também protege você como criativo, mantendo você responsável pelo cliente. O uso de softwares de faturamento, como o Freshbooks ou o Quickbooks,  pode ajudá-lo a acompanhar os pagamentos e as despesas, além de ter um registro em papel se o pagamento for contestado com um cliente a qualquer momento.

4. Proteja-se e proteja seu trabalho com contratos

Contratos podem parecer intimidantes, mas são a melhor maneira de proteger você e seu trabalho. Se os contratos são algo com que você luta, ou você não tem fundos para contratar um advogado para redigir um contrato, considere o uso do Docracy ou do HelloBonsai gratuitamente. Se você deseja adquirir contratos freelancer em um orçamento, considere a utilização do LegalZoom.

Em seus contratos, não se esqueça de incluir informações sobre o uso dos direitos e como ele só é transferido para o cliente após o pagamento final. Isso cria um incentivo para os clientes levarem um projeto até a conclusão.

5. Trabalhar com outros Freelancers

Às vezes, um projeto pode ser demais para ser feito sozinho. Em vez de recusar o trabalho (ou sobrecarregar você mesmo), considere pedir ajuda adicional colaborando com outros criativos. Você deve cultivar bons relacionamentos com outros freelancers, em vez de visualizá-los apenas como competição. Isso coloca você em uma posição para encaminhar clientes que podem ter projetos fora de sua zona de conforto, ou para construir uma equipe para assumir projetos muito maiores e clientes de maior prestígio com orçamentos mais altos.

6. Networking para adquirir negócios de referência

Muitos freelancers preferem trabalhar de forma isolada e subestimam o poder da rede. Ter uma rede forte significa que você está em condições de obter referências e apresentações para futuros clientes.

Networking também vai ser um método mais prático para crescer o seu negócio do que publicidade paga, uma vez que permite estreitar com seus clientes ideais, às vezes sem custo inicial.

7. Ter um sistema para acompanhamento

O acompanhamento dos clientes é importante para manter um relacionamento saudável e garantir que nada seja deixado de lado. O acompanhamento do cliente também é uma das melhores maneiras de garantir que você receba negócios de referência e mais oportunidades de trabalhar com esses clientes no futuro.

Considere configurar lembretes de acompanhamento usando seu sistema de e-mail ou o Software CRM (Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente), como Capsule ou Sugar CRM.

Há também alternativas de baixa tecnologia, como blocos de anotações e notas, mas lembre-se de manter seus arquivos organizados!

Considerações finais sobre freelancer

Ser freelancer apresenta certos desafios. Colocar o nível apropriado de pensamento em como você opera o negócio é tão importante quanto o pensamento colocado no próprio trabalho criativo.

Posicionar-se para o sucesso significa ter as ferramentas e os sistemas certos para conduzir o seu dia-a-dia e saber como manter as relações com os clientes. Se você sempre mantiver essas coisas em mente, descobrirá que gosta mais do seu trabalho e evita frustrações que criam barreiras à criatividade.

Compartilhe este artigo:

Guia de Estudos para Aprender Design por Conta Própria

Baixe o nosso guia e receba dicas e as novidades do Clube do Design no seu email:

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Como os designers podem se comunicar com não-designers

Como os designers podem se comunicar com não-designers

Pode ser difícil se comunicar com aqueles que não entendem de design. Nesse artigo você vai ver algumas dicas que…
5 erros de freelancer para evitar

5 erros de freelancer para evitar

Todos cometemos erros mas nesse artigo você vai poder ficar preparado para 5 que são bem comuns na carreira como…
7 hábitos de designers gráficos altamente eficazes

7 hábitos de designers gráficos altamente eficazes

Os hábitos tem o poder de moldar nosso comportamento e nesse artigo você vai ver 7 que estão presente na…
Os 5 tipos de pessoas que todos os criativos precisam em suas vidas

Os 5 tipos de pessoas que todos os criativos precisam em suas vidas

Todo criativo precisa de 5 tipos de pessoas em sua vida e nesse artigo você vai saber quem são e…
Fechar Menu