Diversificando sua fonte de renda como freelancer

Se você já tentou trabalhar como designer freelancer sabe que esse é um dos maiores desafios que pode encontrar em sua carreira profissional. Isso porque trabalhar como um profissional independente exige uma série de conhecimentos e principalmente muita disciplina.

O que acontece é que muitos criativos tem dificuldade em se organizar de uma forma que consiga viver do trabalho como freelancer. Esse é o sonho de muitos profissionais criativos que muitas vezes se sentem obrigados a trabalharem em uma agência ou outro tipo de empresa para conseguir pagar as contas e se manterem, afinal quem não gosta da segurança de um emprego com carteira assinada?

Foi pensando nisso que decidi escrever esse artigo em que pretendo te dar uma dica importante sobre o trabalho de um freelancer que é a diversificação de suas fontes de renda, isso é algo que me ajudou bastante a viver de design e que tenho certeza que pode te ajudar também.

O que é a diversificação de suas fontes de renda?

Quando falo em diversificar as suas fontes de renda estou querendo dizer que você precisa ter outros meios para complementar a sua renda além do trabalho convencional como designer, que é quando você projeta e desenvolve uma solução para um problema do seu cliente

É claro que esse trabalho por si só pode ser a sua única fonte de renda, mas se você estiver em começo de carreira e ainda não tiver uma boa base de clientes isso pode ser um problema e pode acabar lhe deixando frustrado com o trabalho como freelancer.

Mesmo depois que você já possua certa experiência, um nome considerado no mercado e principalmente uma base sólida de clientes, ainda assim será positivo para você ter uma ou mais fontes de renda em seu negócio, afinal de contas, dinheiro é sempre bom.

Por que diversificar suas fontes de renda?

a grande verdade sobre o trabalho como freelancer é que ele é um trabalho instável, ou seja, você sempre estará oscilando entre períodos de grandes ganhos e acúmulo de projetos e períodos de escassez de clientes. Se isso não for bem planejado e organizado você pode acabar tendo problemas financeiros a cada período de redução do número de projetos.

Por isso é interessante que você possua outros negócios, eles podem ser uma forma de você complementar os ganhos de sua empresa e equilibrar as finanças nos meses em que os projetos não estiverem rendendo tanto. Esse é um outro ponto vantajoso dessa diversificação das fontes de renda, ela nos ajuda a vencer o problema da sazonalidade do trabalho como designer freelancer.

Dependendo do tipo de negocio em que você investir seu tempo e talentos ele pode ter seus períodos de ganho diferentes do trabalho como designer gráfico ou em outra área do design que você pretenda atuar. Dessa forma você se manteria equilibrado financeiramente já que os períodos de ganhos e escassez seriam diferentes.

Como posso diversificar minhas fontes de renda?

Com um mercado tão amplo como o de design gráfico e o mercado criativo em geral, é difícil apontar todas as formas de você diversificar suas fontes de renda. No entanto algumas são bem frequentes no mercado e geralmente também possuem uma boa aceitação por parte do público em geral.

Veja a seguir algumas ideias de como você pode fazer para ganhar dinheiro com design sem ser o modelo tradicional de criação de projeto para um cliente específico.

Ensinar design ou outra habilidade

Essa é a maneira que eu particularmente mais gosto de investir, por uma série de fatores, primeiro porque adoro ensinar aquilo que eu sei e poder ajudar outras pessoas a progredir especialmente dentro do design. Outro motivo é que esse é um mercado cada vez mais crescente afinal de contas hoje possuímos diversas ferramentas que facilitam o trabalho de ensino, tanto online quanto presencial.

Vender imagens stock vetores e templates

Outra forma também que pode lhe render bons ganhos é a venda fotografias, vetores e outros tipos de arquivos como templates para sites e projetos diversos. Vários sites permitem que você venda suas imagens e trabalhos vetoriais como por exemplo a Big Stock, essa é uma forma excelente de se manter trabalhando constantemente, aumentar o seu portfólio além de poder ganhar uma grana extra.

E-Commerce

Você não precisa necessariamente abrir uma loja online completa, mas vender alguns produtos desenvolvidos por você pode ser uma boa forma de ver seus rendimentos aumentarem e não depender apenas de clientes interessados em projetos de design. Esses produtos podem ser tanto digitais como ebooks e templates, quanto também produtos físicos como camisetas, posters etc.

Consultoria

Outra forma interessante de se ganhar dinheiro com suas habilidades e conhecimentos é através de consultoria. Muitas empresas e pequenos negócios podem estar interessados na orientação de um especialista, não seria essa a sua oportunidade? Avalie todos os seus conhecimentos cuidadosamente e pense se não seria o que está sendo procurado por outras pessoas, aproveite as ferramentas disponíveis na internet para começar um trabalho de mentoria online por exemplo.

Conclusão

Como já disse anteriormente, viver de design ou mais especificamente do trabalho como designer freelancer é um verdadeiro desafio para um empreendedor. No entanto acredito firmemente que ao diversificar seus ganhos essa tarefa pode se tornar mais fácil.

Sei que ainda existem muitas outras opções interessantes que não citei no artigo mas a ideia aqui é abrir a sua mente para essa ideia e apontar alguns caminhos para que consiga avaliar o que seria melhor para você e seu negócio. Por isso aproveite o campo de comentários e responda:

Que outros tipos de serviços você acha que um designer pode fazer para ganhar uma renda extra?

Quero saber a sua opinião e terei o maior prazer em esclarecer qualquer dúvida.

E como estamos falando da sua carreira, nada melhor que te recomendar as nossas plataformas voltadas para turbinar o seu conhecimento e alavancar o sucesso do seu trabalho. Estou me referindo ao Clube do Design PRO e a Suíte Criativa, dá uma olhada nos cursos que oferecemos por lá, um deles pode ser o que está faltando para que você definitivamente comece a viver de design.

Mais uma vez eu vou encerrando por aqui e espero ter te ajudado de alguma forma com essas ideias.

Um grande abraço e até a próxima.

Compartilhe este artigo:

Guia de Estudos para Aprender Design por Conta Própria

Baixe o nosso guia e receba dicas e as novidades do Clube do Design no seu email:

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Como organizar seu desktop?

Como organizar seu desktop?

Você já viu uma tela de computador lotada de atalhos e arquivos formando uma verdadeira bagunça visual que não dá…
O MMA no design

O MMA no design

Um dos assuntos mais comentados hoje em dia em todas as mídias, com certeza é o MMA (mixed martial arts)…
Como um freelancer pode organizar as finanças pessoais?

Como um freelancer pode organizar as finanças pessoais?

Dicas que vão te ajudar a organizar seus recursos e evitar os riscos da instabilidade financeira.
Será que todo designer precisa de uma marca gráfica?

Será que todo designer precisa de uma marca gráfica?

Nesse artigo gostaria de falar sobre um post que li certa vez e que me deparei com essa questão. Depois…
Fechar Menu