Você já se perguntou o que faz você querer compartilhar a vida com uma pessoa e não com outra? O que faz você escolher seu melhor amigo? Ou por que você se cerca de acordo com o que as pessoas e não os outros?

Gastamos nossas vidas avaliando outros e descartando candidatos.

Desde que nascemos, estamos programados para selecionar aqueles que nos acompanharão nos diferentes estágios da nossa vida. Selecionando aqueles que queremos que faça parte de nossa história.

Embora acreditemos que estamos cientes de nossas escolhas, milhares de pessoas atravessam nossas vidas, e apenas alguns são selecionados, respondendo a vários padrões gerais que avaliamos de forma totalmente inconsciente. A partir dessa avaliação, só sabemos se nós gostamos ou não, se queremos ou não.

Esse processo é semelhante ao que vivemos com as Marcas.

Todos os dias enfrentamos o impacto de centenas de marcas, e apenas alguns acabam entrando em nossas vidas e ainda… nos acompanhando para sempre.

As marcas, como as pessoas, para construir um relacionamento conosco, devem primeiro ser interessantes.

E isso nos leva a nos perguntar quais mecanismos fazem as pessoas interessadas em nós, o que é o mesmo que faz nos interessar nas Marcas.

Como Dr. Noam Shpancer , professor da Universidade Otterbein , explica em Psychology Today, há uma série de Leis de Atração que foram amplamente estudados e aceitos pela maioria da comunidade científica, que define as razões pelas quais podemos nos sentir interessados, atraídos por alguém.

A Lei da Familiaridade

Eles dizem que o toque traz amor e é impossível cuidar de alguém que você não vê. Uma das chaves mais poderosas para fazer parte de nossas vidas, é estar perto delas. A notoriedade, a exposição, a presença de uma Marca em nossas vidas, abre as portas para a possibilidade de ser conhecida.

Se você não me vê, eu não existo.

A Lei do Desejo

Não importa o quanto eu vejo você, se você não me atrai em aspecto algum. A relevância do que propomos é fundamental para ser considerada como uma opção.

As marcas são desafiadas a serem diferentes e relevantes no que nos propõem sobre outras. Como pessoas … existem milhares, mas apenas alguns são parte de sua vida. Por quê?

A lei da humanidade

Shpancer define esses traços de personalidade que denotam inteligência, habilidades sociais e sua capacidade de ser afetuoso e próximo, melhorar os resultados da atração entre as pessoas.

Em outras palavras, ter uma marca empática, aberta, disposta a ouvir, oferecer antes de perguntar e com a capacidade de se entender é sempre uma ótima opção para se interessar por isso.

A Lei da Proximidade

Os relacionamentos à distância eram sempre difíceis. E com as marcas a distância é estabelecida pela atitude.

Em nossas vidas, no final prevalecem aqueles que estavam perto quando precisávamos deles, aqueles que poderíamos chamar, ver, tocar, sentir quando necessário.

As marcas que desejam criar um link conosco devem estar acessíveis, devem estar onde estamos, da maneira que queremos que sejam.

A Lei da Afinidade

Óbvio Quanto mais você compartilha comigo, mais perto eu me sinto você.
As pessoas que se conectam são aquelas que se compartilham. Eles compartilham passatempos, ideais, sonhos, medos ou desafios.

Marcas que querem ter uma oportunidade poderosa para atrair-nos e tentar construir um relacionamento conosco, são marcas que construíram um quadro de atitude em que nos sentimos refletidos. Valores, personalidade e comportamentos que se conectam conosco e nos identifiquem.

Este é um texto traduzido do blog Branzai. Para acessar o artigo original, clique aqui.

5 Leis, 5 oportunidades para chamar nossa atenção. Embora a atração seja apenas o primeiro passo.

Não importa como você consegue me atrair, se você não conseguir me conquistar.

Como em um relacionamento, o sucesso do interesse em outra pessoa só depende da nossa capacidade de construir um relacionamento saudável a longo prazo, nossa capacidade de cometer, ouvir, contribuir e construir uma experiência positiva em cada uma das interações que nós temos juntos.

Em suma, como a própria vida.

Compartilhe este artigo:

Guia de Estudos para Aprender Design por Conta Própria

Baixe o nosso guia e receba dicas e as novidades do Clube do Design no seu email:

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Como encontrar novos clientes?

Como encontrar novos clientes?

Um dos principais problemas quando se trabalha como freelancer é a instabilidade, em um mês você pode estar trabalhando como…
Diversificando sua fonte de renda como freelancer

Diversificando sua fonte de renda como freelancer

Se você já tentou trabalhar como designer freelancer sabe que esse é um dos maiores desafios que pode encontrar em…
Como dar desconto por volume de itens?

Como dar desconto por volume de itens?

Uma das situações bem comuns de acontecerem quando trabalhamos como freelancers é o cliente nos pedir desconto quando ele solicita…
5 Coisas que atrapalham seu sucesso como freelancer

5 Coisas que atrapalham seu sucesso como freelancer

Trabalhar como freelancer é um grande desafio, uma série de pontos importantes devem ser bem trabalhados para que o designer…
Fechar Menu