Regulamentação do Design Gráfico – VídeoCast

Uma nova proposta de regulamentação da profissão de designer gráfico está em curso e é a hora de discutirmos: você é contra ou a favor da regulamentação?

Se inscreva na minha lista de emails: http://eepurl.com/cN2TFT

Eu gostaria de pedir a sua opinião sobre este assunto. Antes, eu quero apresentar duas linhas de raciocínio:

  1. A regulamentação é negativa: Burocratiza a nossa profissão, que até então é livre e desfruta do livre mercado e livre concorrência e só tem a perder com a intervenção do estado e dos órgãos reguladores (conforme solicita o projeto de lei), além da criação de mais taxas e mais impostos.
  2. A regulamentação é positiva: Vai instituir normas rígidas para o desempenho da atividade, elevando o padrão de qualidade, se tornando mais justo e o profissional devidamente reconhecido.

Você pode se cadastrar no Acompanhamento de Proposições  na página do projeto de lei para receber novas tramitações e atualizações no seu email. Faça isso!

Compartilhe este artigo:

Guia de Estudos para Aprender Design por Conta Própria

Baixe o nosso guia e receba dicas e as novidades do Clube do Design no seu email:

Este post tem 6 comentários

  1. Sou a favor do livre mercado. O próprio mercado atua como “regulador” da profissão. Deixar esse papel nas mãos do estado é dar margem a politicagem e burocracia desnecessária.

    Dizer que a profissão necessita de regulamentação para aumentar a qualidade dos trabalhos é, no mínimo, uma visão infantil sobre como funciona o mecanismo de oferta e demanda de serviços.

  2. Cada profissional tem o seu mercado. Sou a favor de melhores cursos, pois francamente a formação de design gráfico hoje é fraca, poucos cursos oferecem um conteúdo de qualidade. Não se pode impedir alguém de desenvolver um trabalho, se vai ter ou não qualidade aí é outra história.

  3. Eu acho que a regularizacao do designer grafico seria boa de uma forma geral a todo o pais. Pois no momento o nivel de design no Brasil e muito baixo. Pois no momento no brasil, o que ocorre e o seguinte, as pessoas se consideram designers, pois aprenderam a usar programas da Adobe. Acham mockups na internet, colocam logo em website/ facebook/ porta copo/ e acham que por criaram uma imagem isso faz de alguem um profissional. Adobe e apenas uma das ferramentas que saum usadas por designers, mas o pensamento critico/ analitico esta muito carente na area. E pro nivel de design aumentar, as pessoas tem que entender o que eh design e sua funcao. E com isso espero que a educacao tbm melhore. Pois por falta de termos uma area competente perdemos varios trabalhos como signage pra orla do Rio e tipografia para as olimpiadas do Rio, pra empresas estrangeiras, pois no momento n eh possivel acharem profissionais a nivel de standard internacional no Brasil.

  4. Apesar dos tributos, regulamentar seria muito bom para alcançarmos nossos direitos trabalhistas e selecionar os verdadeiros profissionais.

    1. É seguro dizer que regulamentação garante direitos trabalhistas?
      É seguro dizer que apenas quem tem diploma é um “verdadeiro profissional”?
      Adoraria ter uma opinião mais abrangente a respeito.
      Uma braço!

  5. Sempre contra a regulamentação do mercado. Sempre encargo estas questões a longo prazo da seguinte forma: menos dinheiro no meu bolso, mais imposto para político enfiar na cueca.

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Como organizar seu desktop?

Como organizar seu desktop?

Você já viu uma tela de computador lotada de atalhos e arquivos formando uma verdadeira bagunça visual que não dá…
O MMA no design

O MMA no design

Um dos assuntos mais comentados hoje em dia em todas as mídias, com certeza é o MMA (mixed martial arts)…
Como um freelancer pode organizar as finanças pessoais?

Como um freelancer pode organizar as finanças pessoais?

Dicas que vão te ajudar a organizar seus recursos e evitar os riscos da instabilidade financeira.
Será que todo designer precisa de uma marca gráfica?

Será que todo designer precisa de uma marca gráfica?

Nesse artigo gostaria de falar sobre um post que li certa vez e que me deparei com essa questão. Depois…
Fechar Menu