Participamos do Cday, e viemos contar como foi

Há um mês aconteceu o CDay, evento organizado pelo CuteDrop que reúne um seleto grupo de profissionais TOP para compartilhar, durante um dia todo, seus conhecimentos com uma galera super interessada em aprender. Eu sei que a gente tá um pouco atrasado para contar a experiência, mas eu realmente estava muito ocupado nas últimas semanas. Mas vale o registro para que você se programa para o ano que vem!

Como eu moro longe pra caramba de onde o evento aconteceu a Priscilla Uemura representou o Clube do Design e trouxe a experiência que é participar deste tipo de evento. Ela foi selecionada entre os participantes do nosso grupo do Facebook e cumpriu o seu papel como uma eximia criativa curiosa. Aproveitem!

elementos2-01

O evento CDay realizado pelo Cutedrop no último sábado 08/10 trouxe um dia repleto de palestras com conteúdo a que me fez refletir bastante sobre o mundo do design e a relação com o consumidor.

Eu estava tão ansiosa que fui a primeira a chegar! (Pena que eu entreguei o adesivo com o número 1 e não tirei foto) :(
Eu estava tão ansiosa que fui a primeira a chegar! (Pena que eu entreguei o adesivo com o número 1 e não tirei foto) 🙁

A primeira palestrante Claudia Monteiro, que possui 20 anos de agência de publicidade, apresentou o tema “Uma breve história do Design”. Em sua apresentação, Cláudia expôs sobre os diferentes momentos históricos do design – tendo início no Design Pré-Moderno, classificação criada pela própria palestrante, e culminando no momento atual da Revolução Digital.

Através de uma palestra construída sobre um conteúdo altamente enriquecedor, Cláudia percorreu, dentre outros temas, pelo papel de grandes mídias desempenhado pelas Catedrais no período pré-moderno, pela primeira impressão da Bíblia realizada por Gutenberg e como o livro seria um instrumento de grande valor para o design.

A Palestrante Claudia Monteiro mostrando a Bíblia ilustrada de Gutenberg
A Palestrante Claudia Monteiro mostrando a Bíblia ilustrada de Gutenberg

Em seguida, foi a vez de Solange Mezabarba expor o seu tema CDAY: “Para quem você cria?”. Utilizando de sua experiência em pesquisa etnográfica, Solange buscou diferenciar essa visão da forma de pesquisa qualitativa que trabalha com apenas o que é dito pelo entrevistado. O pesquisador etnógrafo se inseriria no cotidiano do seu objeto de estudo a fim de entender melhor o seu papel dentro de seu grupo social. A observação no convívio acrescenta uma maior profundidade às entrevistas, pois se passa a entender melhor os sinais dados por aquele grupo.

Para Solange, o design e a etnografia teriam muito em comum: para entenderem o que quer o seu público alvo, as suas necessidades, o designer também busca se imergir no mundo dessas pessoas, em suas rotinas. Dessa forma, torna-se capaz de desenvolver produtos que facilitem as vidas dos membros daquele grupo.

A convidada trouxe um exercício de nos percebermos como consumidores e avaliar os produtos e serviços que utilizamos no cotidiano. O consumo se iniciaria nas nossas escolhas e o descarte também estaria inserido neste processo. Seguindo esta linha, Solange sugere refletirmos sobre as seguintes indagações:

  • Como eu escolho os bens?
  • Como eu os descarto?
  • Como nós lidamos com o consumo?
  • Quais são os tipos de produtos que eu consumo mais?
  • Como consumo no mercado?
  • Como eu escolho o que vou colocar no carrinho?
A Palestrante Solange Mezanbarba
A palestrante Solange Mezanbarba

A terceira palestra teve como tema “Networking e a importância de ser bem relacionado nos negócios”, apresentado por Sanches Jr. que nos mostrou, através da sua experiência pessoal, a importância de fazer contatos sempre.

Hoje, dono da agência de marketing Clarté e autor da página Toysquotes, Sanches Jr. teve a sua vida profissional marcada pela contribuição dos contatos que compõem o seu Network. Do seu primeiro estágio à formação de sua carteira de clientes, a construção de uma rede de relacionamento mostrou ser vital.

Um momento comovente de sua palestra foi como a Clarté conseguiu se tornar responsável pelo portal oficial da Turma da Mônica. Sonhando desde pequeno ser um desenhista, Sanches Jr. usava as revistas da Turma da Mônica como instrumentos de seu aprendizado e desejava, um dia, trabalhar para Maurício de Souza. Afinal, quem não teve a sua infância marcada com os gibis da Mônica e companhia?

No entanto, já em 2011, dentro do ônibus um amigo seu de infância, que há muito tempo não via, sentou ao seu lado e conversando, esse amigo contou que estava trabalhando com Maurício de Souza e lhe deu o contato da secretária do próprio Maurício para que Sanches marcasse uma reunião. Depois desse dia a Turma da Mônica passou a ser um dos clientes mais importantes da Clarté, que conta também com outros grandes como o Botafogo Clube de Regatas.

O Sanches JR e a sua versão Toysquotes
O Sanches JR e a sua versão Toysquotes

Fechando o ciclo de palestras, Paola Sales, Senior Interaction Designer da HUGE, apresentou o tema “Make something you love”, baseada na sua experiência dentro da empresa HUGE inc. A Huge inc. é uma agência de serviços digitais sediada no Brookling, EUA e com escritório no Rio de Janeiro.

Diferentemente do modelo tradicional de empresa, a Huge aposta na informalidade como meio de dar maior conforto ao funcionário a fim de garantir a sua satisfação e produtividade. A sua filosofia é baseada no método da tentativa e erro, em que “se erra até encontrar o certo” e o seu objetivo com seu produto é “fazer algo que o cliente ame”.

A fim de dar a melhor experiência possível em um mundo cujas informações transbordam por todos os lados, a Huge se apoia em 2 pilares: pesquisa e design. Através da pesquisa, busca-se conhecer o usuário, entender quais são as suas demandas, para conseguir priorizar o que seria importante a ele, a fim de estabelecer uma empatia entre o cliente e o produto. Com as informações colhidas, a equipe realiza uma imersão na vida do usuário, para poder tentar entender como ele pensa e do que gosta.

No pilar do design trabalha-se com aspectos de conceito, técnica e originalidade. Busca-se ir além daquilo que as pessoas procuram; extrapolar as ideias iniciais; e também criar uma identidade sem precisar de muito detalhamento. A mensagem deixada pela convidada é de que se deve buscar sempre criar produtos que inspirem as pessoas.

Além das palestras houve também uma exposição de ilustrações digitais

cda5cda7 cda6E no final do evento ainda houve um sorteio de brindes! Não consegui acreditar que fui um dos sortudos que ganhou, olha aqui, que lindos!

cda8E este foi dado no inicio do evento.

cda9

Compartilhe este artigo:

Guia de Estudos para Aprender Design por Conta Própria

Baixe o nosso guia e receba dicas e as novidades do Clube do Design no seu email:

Este post tem 3 comentários

  1. Eu agradeço muito a vocês pela oportunidade. Adorei participar do evento! Abraços!

  2. Priscilla e Liute, muito obrigada pela presença e pelo carinho com o que vcs receberam o conteúdo do CDAY. Tem informação aqui que eu mesma não consegui anotar no dia por estar ocupada com organização e filmagem, rs. Obrigada!
    Espero encontrar vcs novamente no próximo!

    ps: desculpe a demora em responder

    1. Eu que agradeço a oportunidade Letícia. Foi um prazer e uma satisfação participar do evento.
      Um abraço!

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Affinity Photo #4 - Abrindo imagens RAW

Affinity Photo #4 - Abrindo imagens RAW

Você pode abrir imagens raw de sua câmera digital diretamente no Affinity Photo. Ao fazer isso, você será capaz de…
Como vetorizar o seu lettering de forma rápida e fácil no Adobe Illustrator

Como vetorizar o seu lettering de forma rápida e fácil no Adobe Illustrator

Hoje vou compartilhar com vocês um dos primeiros vídeos do canal Corporação Criativa onde ensino sobre a vetorização automática feita…
Affinity Photo #3 - Abrindo documentos

Affinity Photo #3 - Abrindo documentos

Você pode abrir fotografias e imagens rasterizadas, bem como uma variedade de imagens raw de câmeras populares no Affinity Photo,…
Como criar um lettering em 8 passos

Como criar um lettering em 8 passos

Que tal aprender mais uma técnica para o desenho de lettering? Nesse vídeo eu vou te ensinar como desenvolver um…
Fechar Menu