A importância do design na gestão de marcas

Somos seres visuais, somos guiados por aquilo que vemos, a visão é o sentido que recebe e analisa as informações ao longo do dia. Com a visão nós valorizamos o que nos cerca, avaliamos os perigos, gestos, atitudes, comidas, expressões. A visão nos guia e molda o nosso mundo.

O cérebro humano é capaz de processar a informação visual em 13 milissegundos. Ou seja, somos capazes de processar uma imagem mais rápido que uma palavra. Reagimos a estímulos visuais de modo que somos capazes de determinar se uma pessoa é simpática, se um carro é esportivo, se um sapato é chique.

Um bom design ajuda a estabelecer uma marca muito mais rápido do que se precisássemos explicá-la. Entretanto, o design não funciona sozinho, e ele precisa ser auxiliado por uma linguagem e um tom verbal que expressem os seus valores.

É possível mudar completamente uma marca sem precisar mudar o seu design, sem mexer em nenhuma curva, em nenhuma cor, em nenhum tipo do texto. Imagine se a Apple decidisse doar um iPhone para todos que postassem um hashtag no twitter?

Pareceria estranho, e mudaria parte da sua identidade de marca, sendo agora, outra coisa. As pessoas estão acostumadas a pagar muito caro por produtos com uma maçã estampada. O que achariam agora?

Por isso, o design é fundamental para alinhar aquilo que queremos transmitir com aquilo que vemos e decodificamos. De modo que é uma ferramenta competitiva de qualquer marca, e deve ser trabalhado em conjunto com uma boa estratégia. Não basta ter um logotipo bonito, temos que ter o logotipo adequado. Não basta ter um layout atraente, ele deve somar à marca.

Em um momento em que as propostas de valor estão cada vez mais semelhantes, e os posicionamentos cada vez menos distintos, o design traz uma luz, o diferencial que pode ser transformado em característica poderosa sobre o que pensamos. Pois antes que possamos explica-lo, você já o viu.

E isso não requer um design meramente estético, mas um design estratégico que comece em uma plataforma de marca e que mantenha muito claro o que queremos transmitir.

Compartilhe este artigo:

Guia de Estudos para Aprender Design por Conta Própria

Baixe o nosso guia e receba dicas e as novidades do Clube do Design no seu email:

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Os mascotes e as marcas no design - Parte 1

Os mascotes e as marcas no design - Parte 1

Uma das saídas que empresas buscam no momento de criar sua identidade visual é a utilização de um mascote, mas…
10 dicas de fotografia para ter sucesso no Instagram

10 dicas de fotografia para ter sucesso no Instagram

Não há como negar que o Instagram mudou a maneira como as pessoas se comunicam através de fotografias, hoje cada…
Manual do mundo mostra como são feitos os cadernos

Manual do mundo mostra como são feitos os cadernos

O Manual do mundo, um canal dedicado em experimentos e curiosidades publicou um vídeo mostrando como são feitos os cadernos.…
Como criar um lettering em 7 passos utilizando a caneta Tombow

Como criar um lettering em 7 passos utilizando a caneta Tombow

Você com certeza sabe que um trabalho com lettering pode enriquecer bastante o resultado final de seus projetos. Foi pensado…
Fechar Menu