CorelDRAW X8 – Conheça os novos recursos e ferramentas

O lançamento do CorelDRAW X7, em março de 2014, foi cheio de promessas inovadoras sobre a experiência do usuário, interface redesenhada, novos recursos (há muito requisitados pelos usuários), porém com muitas decepções como bugs e falhas de recursos, no que parecia ser um lançamento às pressas e de um software inacabado. Estes problemas foram sendo corrigidos com o passar do tempo, mas me fez abandonar definitivamente a ideia de atualização. Depois de problemas sérios com alguns arquivos, o que me fez ter um grande prejuízo, preferi permanecer na versão X6 que me oferecia maior segurança e estabilidade, e oferece até hoje.

Atenção: A Corel irá ministrar amanhã, 17 de março, às 11h, um Webinar em português para apresentar os novos recursos do CorelDRAW X8. Clique aqui e participe.

Na semana passada a Corel publicou um vídeo onde era possível conhecer algumas novidades, incluindo a interface escura, que seria implementada na nova versão da sua suíte de aplicativos gráficos. O vídeo mostra ainda como o aplicativo se comporta em telas sensíveis ao toque. O recurso não empolgou tanto, uma vez que isso não significa necessariamente uma novidade, a Adobe já disponibilizava interfaces escuras no Photoshop desde a versão CS4, expandindo para os demais softwares na CS5 e CS6, o recurso de toque também já está presente na Creative Suíte há bastante tempo.

Neste momento estou realizando o download da versão de avaliação do novo CorelDRAW X8, já disponível no site oficial do produto, e antes de eu testá-lo efetivamente, gostaria de fazer uma análise sobre as principais promessas que acompanham esta nova versão. Algo semelhante ao que fiz em 2014, voltando depois, com um novo post, para dar o veredicto final sobre o aplicativo utilizado na prática.

Quanto custa o novo CorelDRAW X8

Antes de começarmos, vamos avaliar um item que pesa na decisão da maioria dos usuários, o preço! Para desgosto de muitos (inclusive o meu), os R$ 2.399,00 cobrados pela versão mais recente da Suíte de Aplicativos Gráficos CorelDRAW X8 são extremamente salgados, e muito longe da realidade do usuário brasileiro. Ainda que o usuário possua a versão anterior, e queira apenas o upgrade, o custo não sai por menos de R$ 899,00.

Preço CDRX8

Houve reajuste nos custos para a versão de assinatura, antes por R$ 69,00, agora por R$ 75,00. O custo é calculado mensalmente, porém, a assinatura é feita em um pagamento único de R$ 899,00. O usuário só precisará pagar de novo no próximo ano, caso decida renovar a assinatura. Infelizmente os preços do CorelDRAW sofrem influência direta do dólar, o que é uma pena, isto irá adiar a decisão de atualização de muita gente, isso se um dia ela ocorrer.

O que acompanha o novo CorelDRAW X8?

A suíte X8 é formada por oito diferentes programas gráficos:

  • CorelDRAW X8: layout de página e ilustração vetorial
  • Corel® PHOTO-PAINT® X8: edição profissional de imagens
  • Corel Font Manager™: gerenciamento eficiente de fontes
  • Corel® PowerTRACE® X8: utilitário de conversão de bitmap em vetor (incluído no CorelDRAW X8)
  • Corel® CONNECT™ X8: acesso a conteúdo digital no Centro de Conteúdos ou em um computador local
  • Corel® Website Creator™: aplicativo para design de sites
  • Corel® CAPTURE™ X8: captura de tela com um clique
  • PhotoZoom Pro 4: plug-in para exportar e ampliar imagens digitais do Corel PHOTO-PAINT

boxshot-coreldraw-x8Está disponível em português (Brasil), inglês, alemão, italiano, francês, espanhol, holandês, polonês, tcheco, russo, chinês simplificado, chinês tradicional, turco e japonês.

Apesar de a nova suíte oferecer uma série de aplicativos criativos, eles não são nenhuma novidade. Pelo menos para mim, não é justificável cobrar mais de dois mil no conjunto “full time”, ainda mais com uma assinatura completa Adobe (com uma quantidade absurdamente maior de recursos) custando menos de R$ 120,00 mensais, contra os R$ 75,00 do CorelDRAW X8.

Claro que isto é uma avaliação pessoal, talvez se a Corel oferecesse uma alternativa para quem usa apenas o software vetorial, como é o meu caso, cobrando uma assinatura mais barata, tal como os planos para fotógrafos ou de aplicativo único da Adobe, ela conseguisse estimular algumas novas assinaturas.

Baixando a nova versão CorelDRAW X8

Você vai notar as diferenças logo que tentar baixar a nova versão do aplicativo, uma vez que agora a Corel lhe fornece um arquivo de pouco mais de 12MB que contém uma espécie de gerenciador de download. O gerenciador baixa os arquivos de instalação do CorelDRAW X8 e os mantém na sua pasta de download, caso você queira instalá-lo mais tarde.

Enquanto baixava, fiz um teste desligando a minha conexão com a internet e, para nossa sorte, ele continuou a baixar os arquivos exatamente de onde parou. Os arquivos baixados servem para instalação em outros computadores, isso quer dizer que você só precisa baixá-los uma única vez.

Gerenciador CorelDRAW X8

Novos recursos do CorelDRAW X8

Vamos analisar os novos recursos do CorelDRAW X8 exibidos no vídeo de lançamento “Tour em vídeo” . Vou postar o vídeo abaixo e fazer a avaliação dos recursos na ordem em que são exibidos no vídeo, assim você consegue acompanhar as novidades exatamente como foram apresentadas ao usuário. Como sou um usuário assíduo dos softwares Corel e Adobe, comparações com o seu concorrente, o Adobe Illustrator, podem surgir para fins de avaliação dos recursos.

Tour e instrodução

Como é comum, a Corel mantém os recursos de Tour disponível em todas as suas novas versões. A partir de artigos e vídeos, o usuário tem acesso a dicas e informações sobre os novos recursos. É possível habilitar marcações visuais em menus e ferramentas para que o aplicativo destaque as novidades disponíveis na nova versão. Entre os tours de introdução ao CorelDRAW X8 estão:

  • Aprenda as noções básicas: para usuários novos em gráficos de vetor e softwares de edição de fotos.
  • Tour Novos recursos: para usuários familiarizados com as versões anteriores do CorelDRAW.
  • Transição para o Corel: para usuários familiarizados com outros softwares gráficos de vetor e de edição de imagens.

Tour CDRX8

Vamos dar um destaque para este último, uma vez que parece que a Corel está investindo em ferramentas que facilitem a transição para usuários do Illustrator, por exemplo. A proposito, temos um curso que faz justamente o contrário, usuários de CorelDRAW podem aprender a usar o Illustrator baseado nos conhecimentos que já tem em edição vetorial, clique aqui e saiba mais.

Áreas de trabalho específicas

Uma das grandes novidades do CorelDRAW X7 foi a introdução a diferentes áreas de trabalho baseadas na experiência que o usuário tem com o software. Assim, existem espaços de trabalho dedicados a ilustração, que destaca as ferramentas de desenho. Temos ainda espaço de trabalho para usuário que trabalha com tipografia ou diagramação, além de espaços de trabalho mínimos (sem distrações) e os clássicos de versões anteriores.

Área de trabalho CDRX8

O recurso foi mantido no CorelDRAW X8, e parece não trazer grandes mudanças na maneira com que o usuário alterna entre um e outro espaço de trabalho. É importante mencionar que o CorelDRAW já possuía recursos de mudança de espaço de trabalho desde as suas versões mais antigas, porém, de maneira bem limitada. Em versões como a X4, por exemplo, era possível alternar para um espaço de trabalho baseado nos recursos do Adobe Illustrator. A opção ficava escondida na janela de opções do aplicativo (Ctrl+J).

Múltiplos monitores com suporte a 4K

Outro recurso em evidência, mas que não é novidade, é o suporte a múltiplos monitores, também disponível a partir da versão X7. Talvez a única novidade seja o suporte às telas com super resolução 4K. Mas vale a menção, já que o suporte a múltiplos monitores é uma mão na roda para quem quer agilizar o trabalho de desenho ou arte-final.

Multimonitor CDRX8

Ferramenta Faca aprimorada

Temos a primeira novidade efetiva do CorelDRAW X8, a ferramenta Faca aprimorada. É um upgrade da ferramenta faca, oferecendo recursos de composição de formas por corte ou combinação de objetos. Qualquer semelhança com a ferramenta Shape Builder do Adobe Illustrator não é mera coincidência.

Graças à ferramenta Faca renovada do CorelDRAW, você pode dividir qualquer objeto ou grupo de objetos (vetores, texto e bitmaps) ao longo de linhas retas, à mão livre ou Bézier. Crie um espaço entre os novos objetos resultantes da ação de divisão ou faça com que se sobreponham. Escolha uma opção de contorno ou deixe que o aplicativo selecione, automaticamente, a opção que melhor preserva a aparência do contorno.

Ferramenta Clone de restauração

Não sou usuário do Corel PHOTOPaint, nunca me dei bem com este aplicativo nem me interessei em aprendê-lo, uma vez que o Photoshop sempre atendeu a todas as minhas necessidades de trabalho. Na nova versão, a ferramenta Clone de restauração é uma representação do que já dispomos há muito no aplicativo da Adobe, a diferença é que no Photoshop o recurso conta com variantes entre ferramentas e comandos de menú, com uma evolução constante e muito robusta.

A nova ferramenta promete ser eficiente para corrigir e editar de várias formas removendo imperfeições, misturando-as com cores e texturas circundantes.

Personalize com novas ferramentas

O CorelDRAW sempre ofereceu muitas possibilidades de personalização do espaço de trabalho, com a possibilidade de incluir ou remover ferramentas em qualquer lugar da área de trabalho, definir atalhos de teclado personalizado para qualquer ação ou recurso, além da possibilidade de inserir ícones personalizados para todas as ferramentas.

Personalização CDRX8

A versão X7 trouxe um novo recurso que permitia controlar atalhos predefinidos nas barras de ferramentas e janelas de encaixe. Um pequeno círculo com um sinal de “+” chamado “Personalizar rapidamente” é exibido no final das caixas e barras onde é possível personalizar os recursos rapidamente.

O CorelDRAW X8 aparentemente manteve este recurso, ampliando as possibilidades, permitindo escolher tamanhos diferentes de ícones de ferramentas em sua janela de opções. É algo que vimos aparecer recentemente com o lançamento do Windows 10, onde é possível selecionar no próprio sistema operacional o tamanho de ícones e barras de forma geral. A Corel esteve realmente preocupada em melhorar a experiência do usuário na interface do CorelDRAW X8.

Corel Font Manager X8

O surgimento do Corel Font Manager X8 nos mostra que a Corel resolveu eliminar definitivamente o seu aplicativo padrão para gerenciamento de fontes, o Font Navigator, que acompanha a suíte há bastante tempo. O Font Navigator nem sempre foi o favorito dos usuários do CorelDRAW, que eventualmente buscavam por aplicativos de terceiros para satisfazer as suas necessidades no gerenciamento de fontes.

Ao que parece, o Corel Font Manager X8 surgiu justamente para tapar o buraco deixado pelo Font Navigator, trazendo algumas “novidades”. Uma delas é a possibilidade testar suas fontes antes mesmo de instalá-las, utilizando uma caixa dentro do aplicativo, você pode inserir qualquer texto afim de visualizar como as fontes se comportam.

A interface do software gerenciador de fontes parece ser um pouco confusa, usa um sistema de hierarquia e cores que parecem ajudar a identificar as famílias de fontes e diferenciar as fontes que estão instaladas no sistema e as que ainda não estão. Há ainda caixas de pesquisa e itens selecionáveis que permitem localizar e filtrar suas fontes rapidamente. Eu não sou adepto de gerenciadores de fontes, até mesmo porque só baixo/instalo fontes quando estou desenvolvendo um novo projeto, mantendo pouquíssimas em minha máquina. Em todo caso, vou fazer alguns testes para tentar me familiarizar com a ferramenta.

Novos recursos de Plugins e Addons

Parece que a Corel resolveu dedicar um pouco mais de esforço no desenvolvimento (ou pelo menos no estímulo ao desenvolvimento) de novos recursos como Plugins e Add-ons que podem usados no CorelDRAW X8. Plugins e Add-ons são como ferramentas que expandem os recursos do aplicativo. Se você usa os recursos de Macro do CorelDRAW há algum tempo já deve ter uma ideia de como isto funciona. Era possível criar calendários complexos com a macro Calendar Wizard, uma de minhas favoritas no CorelDRAW.

Addons CDRX8

Vamos torcer para que estes recursos sejam realmente aproveitados pelos desenvolvedores e que estes possam oferecer cada vez mais novidades para expandir as capacidades do CorelDRAW X8. Ok! Eu não posso deixar de mencionar que a Adobe utiliza um recurso parecido há bastante tempo, o Extension Manager permite gerenciar extensões para seus aplicativos com facilidade, algo que parece ser a ideia da Corel, em forma de janelas de encaixe que permitem selecionar em tempo real os novos recursos e conhecer as suas funcionalidades antes mesmo de instalá-los.

Compatibilidade com diversos formatos de arquivo

Um dos atratativos mais legais do CorelDRAW, sem dúvida, sempre foi a sua capacidade de importar e exportar diversos formatos de arquivo. Ele é definitivamente mestre neste quesito. Me admiro o fato da Adobe ainda não ter melhorado neste aspecto, talvez porque os seus usuários já estejam acostumados a utilizar softwares totalmente diferentes quando desejam manipular formatos diversos.

Adobe Media Encoder expandiu as possibilidades de conversão de vídeos, mas se tratando de formatos vetoriais o CorelDRAW ainda dá um show.

Compatibilidade CDRX8

Você pode criar ícones, botões, recursos para sistemas e exportar tudo em formatos nativos de destino. A partir da versão X8 a Corel promete aumentar a compatibilidade com os formatos mais recentes, incluindo os do seu rival.

O CorelDRAW há muito já é capaz de importar arquivos do Photoshop em camadas, arquivos do Illustrator e PDFs com compatibilidade incríveis. É claro que ainda temos o problema com as arquiteturas prioritárias, principalmente em máscaras de recorte e recursos de transparência, mas o CorelDRAW realmente se esforça para manter a aparência nos arquivos com muitas transparências e gradientes.

Gerenciamento de cores

Gerenciamento de cores CDRX8

A principal dor de cabeça dos usuários menos experientes do CorelDRAW sempre foi o gerenciamento de cores. Ao que parece, não houveram novidades significativas na nova versão, talvez algo por debaixo do capô, mas janelas e ferramentas se mantém idênticas as do CorelDRAW X7.

Se você reclama de compatibilidade e de que as cores do seu CorelDRAW são muito diferentes das impressas, você definitivamente não conhece os poderosos recursos de gerenciamentos de cores profissionais que já acompanham o CorelDRAW desde a sua versão X5.

Vale a pena atualizar para a nova versão?

Minha avaliação é que os recursos do novo CorelDRAW X8 não são tão empolgantes a ponto de valer a pena uma atualização imediata. Se você é um assinante, vá em frente, ela já está disponível para você e certamente é uma das vantagens deste tipo de plano. Agora para os usuários de versões convencionais, que eu gosto de chamar de “full time”, acredito realmente que não vale a pena atualizar.

Até hoje eu me mantenho um usuário ferrenho do CorelDRAW X6, e ainda não vejo qualquer motivo que me obriga a trocá-lo. Há inclusive uma promoção que já dura alguns anos, que permite a usuários adquirirem a versão X6 com 80% de desconto, algo que mostrei neste post.

O teste prático do novo CorelDRAW X8

Neste momento a janela de instalação da versão de avaliação do CorelDRAW X8 está solicitando que eu reiniciei o meu computador. Parece que chegou o momento de eu testar os recursos da nova versão na prática.

Trarei a avaliação final sobre as novidades do CorelDRAW X8 em um novo post, com vídeos mostrando os novos recursos e ferramentas, e uma avaliação mais embasada sobre tudo o que a Corel anda prometendo para esta nova atualização. Até lá!

Compartilhe este artigo:

Guia de Estudos para Aprender Design por Conta Própria

Baixe o nosso guia e receba dicas e as novidades do Clube do Design no seu email:

Este post tem 0 comentários

  1. Bom dia tou usando o Corel X8, baixado da internet com serial original não vi muita diferença pro seus irmãos antecessores como o X5 e X6 se compararem o Corel X5 com o X8 na caixa de ferramenta do X5 tem dois itens a mais que á a função da Ferramenta dimensão paralela e Ferramenta conector de linha reta, por essa razão desinstalei o X8 e voltei pro X5.

  2. Liute

    Agora me diz o porque da corel não ter mais público para a plataforma osx?

    Lembro que ela foi descontinuada no corel x11.

    Por muito menos pagamos na suite completa da adobe, confesso que esse plano da adobe fez muita gente largar a pirataria.

    Não vou entrar nessa de uma ferramenta ser melhor que a outra, mas hoje prefiro o Illutrator mas devo admitir que algumas coisas eu uso o corel por questões de praticidade e abrir arquivos de clientes, mas é muito salgado o preço e como você uso o x6 e não pretendo atualizar.

    E vamos combinar aqui no Brasil com este valor te garanto que 95% dos usuários infelizmente são adeptos a pirataria, e não estou falando de usuários como alunos, dona de casa e amadores em geral e sim de profissionais e empresas.

    1. Infelizmente não tenho estas informações, sobre o fato de eles não terem demanda no Mac, é apenas uma suposição, uma vez que deixaram de oferecer suporte. Sobre preços, os programas de anistia oferecem um bom desconto, atualmente o X7 é vendido por 389,00. Os preços de ambos estão salgados, tanto da Suíte Adobe, que agora custa o dobro (quase 200 reais mensais) quanto a Suíte Corel, a diferença é que na Corel você tem um número de série vitalício, pode comprar uma única versão e passar anos com ela, já a Adobe, adota apenas a modalidade de assinatura, o que atualmente está bem mais caro.
      Mas temos o Affinity chegando pra Windows, o que já está abrindo a concorrência e torcemos para que isso faça eles repensarem os seus preços.
      Um abraço!

  3. Liute Cristian, Irmão sou seu fã. Parabens seus trabalhos e tutoriais são ótimos!

  4. E a compatibilidade com oSX que é bom.. Nada!

    1. Não é do interesse da Corel investir em Mac, eles não tem público nesta plataforma. Imagina se você investiria alto para criar um software para uma plataforma onde você tem certeza que não teria retorno o suficiente para mantê-lo.

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Affinity Photo #4 - Abrindo imagens RAW

Affinity Photo #4 - Abrindo imagens RAW

Você pode abrir imagens raw de sua câmera digital diretamente no Affinity Photo. Ao fazer isso, você será capaz de…
Como vetorizar o seu lettering de forma rápida e fácil no Adobe Illustrator

Como vetorizar o seu lettering de forma rápida e fácil no Adobe Illustrator

Hoje vou compartilhar com vocês um dos primeiros vídeos do canal Corporação Criativa onde ensino sobre a vetorização automática feita…
Affinity Photo #3 - Abrindo documentos

Affinity Photo #3 - Abrindo documentos

Você pode abrir fotografias e imagens rasterizadas, bem como uma variedade de imagens raw de câmeras populares no Affinity Photo,…
Como criar um lettering em 8 passos

Como criar um lettering em 8 passos

Que tal aprender mais uma técnica para o desenho de lettering? Nesse vídeo eu vou te ensinar como desenvolver um…
Fechar Menu