Fotografia básica #12 – Como era a edição de fotografia a anos atrás

Hoje em dia, editar imagens ou fotografias utilizando dos diversos recursos por exemplo o Photoshop, pode-se dizer que é uma tarefa relativamente fácil.

Não estamos menosprezando o trabalho de nenhum editor, longe disso, mas em comparação como era feito o trabalho de pós produção de imagens na fotografia analógica ou seja manualmente com filmes, há um longo e diferente caminho laboral entre a atual e a antiga maneira de editar.

Uma tradicional agência americana chamada Magnum Photos, situada desde 1947, em Nova Iorque, foi a grande responsável pela edição das fotografias dos principais fotógrafos durante várias décadas. Pablo Inirio foi a pessoa responsável pela maioria das edições feitas nos quartos escuros da Magnum antes da fotografia digital, trabalho realizado por ele até hoje. Pelas suas mãos passaram as fotografias de Henri Cartier Bresson, Robert Capa, Bob Henriques, Dennis Stocks, entre centenas de outros renomados fotógrafos.

Nos tempos da fotografia analógica era necessário desenvolver pacientemente um negativo diversas vezes, marcava-se a caneta e voltava-se a queimar áreas específicas com base no que não se gostava nas fotos. Os números, fórmulas e rabiscos que podem ser vistos nas imagens a seguir marcadas por Inirio, significam por exemplo, o tempo de ação de cada produto químico em determinada área marcada para que se pudesse ressaltar alguma informação importante na imagem. Vale lembrar, que além do árduo trabalho, o tempo e custo do processo eram altíssimos até que se chegasse ao resultado final.

A fotografia digital facilitou a vida de quem pratica a fotografia por hobby ou profissionalmente, hoje, em apenas um clique é possível adicionar um filtro, em outro, remover um “intruso” que passou desapercebido diante da lente.

O passado analógico ainda vive, porém, devido a facilidade designada pelo mundo digital, os quartos escuros utilizados por décadas por Pablo Inirio estão cada vez mais escassos e fadados a acabarem brevemente, praticamente na mesma velocidade que se atualizam as versões dos atuais programas de edição de imagens.

clip_image001

Retrato de Audrey Hepuburn e as anotações de edição feitas por Pablo Inirio.

clip_image002

As marcas feitas por Inirio na famosa fotografia de James Dean passeando pela Times Square.

clip_image003

clip_image004

A famosa fotografia de Bresson,”La Gare San Lazare”, com a marcação feita a caneta da área a ser editada.

[alert-announce]Acompanhe todos os artigos desta série clicando aqui[/alert-announce]

Compartilhe este artigo:

Guia de Estudos para Aprender Design por Conta Própria

Baixe o nosso guia e receba dicas e as novidades do Clube do Design no seu email:

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Affinity Photo #7 - Inserindo imagens stock

Affinity Photo #7 - Inserindo imagens stock

Você pode adicionar fotos e imagens rasterizadas adicionais à sua página como uma nova camada. As fotos e imagens inseridas…
Affinity Photo #6 - Incorporar documentos

Affinity Photo #6 - Incorporar documentos

A incorporação de documentos permite que você coloque qualquer documento do Affinity (Designer, Photo, etc.), Photoshop, Illustrator, Freehand, SVG, EPS…
Affinity Photo #5 - Criando novos documentos

Affinity Photo #5 - Criando novos documentos

Quando você cria seu novo documento, você especifica uma variedade de configurações de cores e dimensões de página em função…
Affinity Photo #4 - Abrindo imagens RAW

Affinity Photo #4 - Abrindo imagens RAW

Você pode abrir imagens raw de sua câmera digital diretamente no Affinity Photo. Ao fazer isso, você será capaz de…
Fechar Menu