Fluxo de trabalho do InDesign: Melhorar seu espaço de trabalho e trabalhar com Master Pages

Vamos abordar neste tutorial algumas dicas fantásticas sobre como configurar o seu espaço de trabalho para um fluxo de trabalho mais rápido, e como trabalhar com Master Pages.

Configurando o InDesign

Vejamos, esta é sua primeira vez usando o InDesign? Não se preocupe, eu vou incluir algumas dicas e truques de bônus neste tutorial. Essas dicas serão todas baseadas em torno de preferências e área de trabalho, e permitirá que você agilize o seu fluxo de trabalho no InDesign, bem como ensinar-lhe novas competências.

Vamos abordar neste tutorial algumas dicas fantásticas sobre como configurar o seu espaço de trabalho para um fluxo de trabalho mais rápido, e como trabalhar com Master Pages.

Quando usei pela primeira vez InDesign por volta de 5 meses atrás, eu realmente não sabia onde as ferramentas ficavam localizadas, isto por causa do espaço de trabalho padrão chamado essencial. O título do espaço de trabalho ” Essentials ” também está incluído em todos os outros aplicativos da Adobe – é claro que todos eles têm ferramentas diferentes.

Olhando para o espaço de trabalho “Essentials” tem todas as ferramentas que você poderia usar o essencial, mas para mim, pessoalmente, havia uma grande variedade de ferramentas que faltavam. Por meses eu lutei para conseguir usar as ferramentas que eu queria, e ficava cada vez mais frustrado com o InDesign. Até cheguei ao ponto de usar MS Publisher (um erro, mas não vou entrar em detalhes). Então, um dia, eu notei a opção Workspaces.

Finalmente eu poderia encontrar ferramentas que eu precisava nos outros espaços de trabalho, porém eu muitas vezes me encontrei em comutação entre espaços de trabalho. Eu meio que acidentalmente modifiquei o meu primeiro espaço de trabalho para o chamado Tipografia.

Configurando o InDesign

Acima você vai ver o meu espaço de trabalho do InDesign, que é muito parecido com o espaço de trabalho que mencionei chamado “Tipografia”. Este espaço de trabalho tem a maioria das ferramentas que eu preciso, eu apenas adicionei o Painel de Comprovação, tirei o painel Gradiente e o Painel Parágrafo (ambas as ferramentas que raramente uso).

Passo 1 – Criação de um espaço de trabalho.

Para adicionar um painel para a área de trabalho tudo o que você precisa fazer é selecionar as ferramentas / Painéis de que necessita. Por exemplo, eu preciso do painel ‘Comprovação’, então eu acesso Window> Output> Preflight [Alt + Shift + Ctrl + F]. O painel irá aparecer na janela do InDesign. Clique na parte superior do painel e arraste para a direita da tela até que apareça na barra lateral.

Para excluir um painel, arraste-o da direita para o centro e clique no “x” do canto esquerdo do painel e puf, acabou em um flash! Agora você pode repetir o primeiro passo para adicionar ou excluir ferramentas / painéis da barra lateral no InDesign. Uma vez que você está satisfeito, você pode salvar o espaço de trabalho. Para fazer isso clique no menu Window> Workspace> New workspace e você terá uma caixa para digitar o nome do espaço de trabalho, em seguida, clique no OK. Você criou seu primeiro espaço de trabalho. Esse conceito funciona da mesma forma na maioria dos aplicativos da Adobe para experimenta-lo em outras aplicações que você pode usar.

Passo 2 – Criação de um documento padrão.

Configurando um documento padrão você vai economizar muito tempo. Tudo que você precisa fazer é abrir o InDesign e acessar a configuração do documento que está localizado em File> Document setup (Alt + Ctrl + P).

Mude o papel para o tamanho que você usa mais, para mim seria A4. Você também pode definir a orientação da página, adicionar um tamanho personalizado, adicione sangramento e slug (pequeno espaço para orientações) na página.

Passo 2 - Criação de um documento padrão.

Dica Bônus

Enquanto você não tiver um documento aberto, todas as alterações feitas em qualquer das ferramentas, por exemplo, você não gosta da fonte padrão, você pode altera-la, mudando para a ferramenta Type e alterando o tamanho e o tipo de letra se desejar, estas alterações serão definidas por padrão todas as vezes que você iniciar um novo documento.

Passo 3 – O Painel de Preferências

Eu não vou entrar em muitos detalhes sobre este painel, pois é auto explicativo e a única coisas que eu preciso mudar, que é uma preferência pessoal, seriam as unidades que o InDesign usa. O InDesign usa picas como um padrão que eu não sou muito familiarizado, enquanto milímetros é o meu incremento escolhido no InDesign (pixels no Photoshop). Para abrir o menu de preferências basta pressionar [Ctrl + K].

Passo 3 - O Painel de Preferências

Dê uma olhada no painel de preferências e altere as unidades e incrementos.Para fazer isso clique na barra lateral e mude suas opções.

Dê uma olhada no painel de preferências e altere as unidades e incrementos.Para fazer isso clique na barra lateral e mude suas opções.

Agora você tem um conjunto de preferências personalizadas que devem aumentar o seu fluxo de trabalho no InDesign. Lembre-se dessas dicas, elas podem ser utilizadas para o mesmo tipo de efeito em todos os outros aplicativos da Adobe, como Photoshop e Illustrator.

Trabalhando com páginas mestre

O que é uma página mestra?

A Master Page tem e apresenta elementos que você deseja que apareçam em cada página do documento, é como uma espécie de modelo em um documento. As páginas mestras são extremamente úteis ao criar um documento de várias páginas, tais como brochuras, revistas ou jornais. Você pode ter muitas páginas mestras dentro de um documento de forma tão eficaz que você poderia ter uma página mestra para uma página de conteúdo e uma página padrão que pode conter elementos diferentes. Isto permite-lhe manter as coisas organizadas no InDesign.

Por que usar uma página mestra?

Eu já mencionei o propósito de Páginas Mestras, mas eu realmente não expliquei por que elas são usadas. Pense nisso assim, você tem uma brochura de 100 páginas de um cliente, e ele quer que 86 destas páginas tenham conteúdo puro, uma para a capa, uma para a parte de trás do folheto e onze páginas de anúncios. As páginas de anúncios não conterão nenhum estilo específico e vão exibir apenas o anúncio, de modo imediato estas páginas não exigem uma página mestre (a menos que você queira numerar as páginas de publicidade).

A capa frontal e capa traseira também não tem que ter uma página mestra, mas as 86 restantes precisam. Em resumo pode-se afirmar que essas 86 páginas precisam ter o logotipo da empresa, nome da seção e número da página. A página 1 tem conteúdo que também precisa incluir o logotipo da empresa e nome da seção, mas não precisa ter o número da página. Se você tiver um cliente recorrente, mantendo páginas mestras armazenadas, pode economizar muito tempo para projetos futuros.

O ponto que estou tentando transmitir é que não importa quantas vezes um logotipo ou qualquer outro elemento deve aparecer em várias páginas, você não tem que criar de um por um, colocando o elemento no mesmo lugar, como em outras páginas. Isso pode levar muito tempo que poderia ser gasto refinando o projeto.

Dica Bônus

Nunca envie um projeto muito cedo ao cliente. Ele pode se impressionar e querer sempre obter um projeto pronto mais cedo do que o esperado. Verificar através dos arquivos novamente para se certificar que tudo está correto e quando o prazo se aproximar envie-o, assim estará em dia com o prazo, em vez de mais adiantado. A razão para isso é, se você pode terminar seus trabalhos mais rápido da primeira vez, eles podem querer o próximo projeto muito mais rápido também.

É hora de criar a página mestra

O Início

Vamos fazer um projeto bem breve, para que você possa identificar com bastante facilidade os processos de criação de páginas mestra no Indesign.

– 4 páginas

– Todas as páginas devem incluir o logotipo

– As páginas devem ser numeradas (exceto capa)

– Tenham um rodapé bem apresentado com e-mail e endereços web.

Este é um breve e limitado exemplo, até mesmo porque um brochura simples não precisa de muitos recursos além que veremos a seguir.

Passo 1 – Criar o documento

Eu criei um documento pronto para uma brochura A5 (veja as definições no screenshot abaixo).

Passo 1 - Criar o documento

Clique no OK e agora você deve ter o documento configurado e pronto para seguir em frente, e começar a colocar alguns elementos no lugar.

Passo 2 – Inserir elementos no documento

Para inserir um elemento no documento acesse File> Place [Ctrl + D], então, se abrirá a janela que permite que você insira uma imagem ou um logotipo. Para este tutorial eu criei um nome de empresa chamada “Design InTut” e produzi um logotipo baseado em texto simples apenas para este artigo.

Para inserir um elemento no documento acesse File> Place [Ctrl + D], então, se abrirá a janela que permite que você insira uma imagem ou um logotipo. Para este tutorial eu criei um nome de empresa chamada "Design InTut" e produzi um logotipo baseado em texto simples apenas para este artigo.

Agora que temos o logotipo no lugar, precisamos torna-lo um elemento mestre.

Vá ao painel de páginas, que está localizado no lado direito do InDesign. Se você não conseguir localiza-lo basta acessar Window> Pages.

Vá ao painel de páginas, que está localizado no lado direito do InDesign. Se você não conseguir localizá-lo basta acessar Window> Pages

Como você pode ver no painel de páginas, eu tenho quatro páginas criadas e que têm a letra “A” no canto superior, esta letra corresponde à página mestra que está definida logo acima. Agora dê um duplo clique em “A-Master”, isso exibe duas páginas, e tudo que você tem a fazer é definir os elementos que deseja que apareçam nelas.

Agora vamos importar o logotipo da empresa para o documento em uma página mestra. Clique em File> Place ou pressione [Ctrl + D] e selecione a imagem. Posicione o logotipo na parte superior de cada página.

Agora vamos importar o logotipo da empresa para o documento em uma página mestra. Clique em File> Place ou pressione [Ctrl + D] e selecione a imagem. Posicione o logotipo na parte superior de cada página

Passo 3 – Adicionando mais elementos para o documento

Então agora você tem seu logotipo na página principal. Se você clicar fora da página principal, clicando em uma das páginas no painel, você deve notar que o logotipo estará em todas as 4 páginas. Agora volte para a página principal, clicando duas vezes no A-master. Pegue a ferramenta Type [T] e insira algum texto para o rodapé.

Dica Bônus

Você pode notar que em seu documento a logo aparece de formas diferentes em páginas da direita ou esquerda. Isto porque cada página mestra define as configurações para os dois tipos de página de um documento, assim como a página da direita pode definir um estilo para a capa, e a da esquerda para a capa de trás da brochura.

Passo 4 – Numeração de página

Nossas páginas mestras já estão quase prontas, e logo poderemos adicionar o texto do conteúdo de nosso documento, assim como imagens ou elementos necessários fora das páginas mestra. Antes disso precisamos contar nossas páginas, inserindo numeração em seu rodapé, ou onde você preferir. Para que isto ocorra de maneira mais fácil, precisamos criar um outro conjunto de páginas mestre, chamado de B-master. Para criar uma nova página mestra simplesmente clique com o botão direito no painel de mestres e selecione novo mestre e clique no OK. Agora você vai ver A-Master e B-Master no seu painel. Até agora, nos já configuramos o A-Master que está aplicado a todas as 4 páginas de nosso documento. Arraste o B-Master a partir do painel de página mestra para a primeira página. A razão para isto é que a capa não deve ser numerada, e a maneira mais fácil de fazer isso é fazer uma outra página mestra e aplica-la nas páginas necessárias. Agora você deve ter algo parecido com o mostrado abaixo. (Notem que eu também inseri um logotipo na parte superior do B-master).

Passo 4 - Numeração de página

Em seguida é preciso abrir o A-master e inserir todo o texto que é exigido para nosso rodapé. Selecione a ferramenta Type [T] e abra caixas de texto para digitar o endereço de e-mail e do site da empresa. Agora faça outra caixa de texto, desta vez com a palavra ‘página’, logo após esta palavra vamos colocar o numero de nossa página acessando Type> Insert Special Character> Markers> Current page number.

Passo 4 - Numeração de página

.

Deve aparecer a letra A. Copie e cole o texto também na página oposta do A-master. Se você sair das páginas mestras, você verá que as páginas estão numeradas, começando da segunda página até a página 4.

Passo 4 - Numeração de página

Agora temos o documento criado, o que vem depois?

Então você deve ter configurado tudo e tem um modelo em branco para trabalhar. Tudo o que fiz foi adicionar algum texto para a capa frontal e uma imagem. Nas páginas de dentro, eu adicionei alguns textos, e depois acrescentei uma imagem grande. No verso do folheto coloquei alguns detalhes de contato básicos.

Agora temos o documento criado, o que vem depois?

Agora temos o documento criado, o que vem depois?

clip_image015Site Original: CircleBox Blog

Comente! Sugestões, dúvidas e opiniões são ótimos para melhorar o conteúdo do Clube.

Aproveite para seguir o Clube no twitter, facebook, youtube ou google+, assim você fica por dentro das novidades, e acompanha os melhores links do blog. Você também pode assinar nosso feed de notícias e receber todas as atualizações de maneira exclusiva.

Compartilhe este artigo:

Este post tem 5 comentários

  1. Faz 2 dias que tento usar o programa mas não consigo lendo tutoriais. O que necessito é configurar a área de trabalho para caber uma foto. Eu tento, mas uma parte não aparece e não consigo entender o funcionamento do programa para selecionar o que vai ou não aparecer. Não é fácil como no flash. O segundo passo é escrever sobre a imagem com camada. O terneiro é exportar em formato epub, de modo que fique uma página de cada vez na tela. Como eu faço isto????

    Obrigado!

    1. Oi Jean, temos um blog dedicado apenas ao InDesign. Acesse id.blog.br e veja nossos artigos. O projeto ainda é novo mas creio que já tenha boas dicas para você que está começando com ele.
      Um abraço!

  2. Apesar de básico, gostei, foi útil e bem postado.
    Teremos mais na sequência?
    Abraço.

    1. Oi Gilmar, tudo bem?
      Estou muito entusiasmado com minhas experiências no Indesign. Teremos muito mais postagens sobre este tema. Aguarde…
      Abraços!

      1. Valeu Liute (que nome bacana, hein!).
        Estrei, com prazer, conferindo e compartilhando suas postagens.
        Para pessoas como eu, que domina pouco o InDesign, site como o teu é indispensável.
        Se outras postagens forem como esta, completona, certamente vai fazer mais sucesso ainda.
        Muito obrigado!

Deixe uma resposta

Mais artigos pra você ler:
Windows fechando aplicativos imediatamente depois de abertos

Windows fechando aplicativos imediatamente depois de abertos

Um problema que enfrentei e que me tirou do sério nos últimos dias foi este: eu abria o Affinity Photo…
Affinity Photo #1 - O que é o Affinity Photo

Affinity Photo #1 - O que é o Affinity Photo

O Affinity Photo traz um novo começo para a edição de imagens para fotógrafos profissionais, retocadores e artistas conceituais. Com…
Illustrator básico para vetorização #01

Illustrator básico para vetorização #01

Quando lancei no ano passado o curso de Lettering completo na Suíte Criativa, deixamos bem claro que seria ensinado a…
10 dicas para criar ícones impressionantes

10 dicas para criar ícones impressionantes

Hoje, vou falar um pouco sobre o design de ícones a partir de uma perspectiva mais geral. Vou compartilhar com vocês…
Fechar Menu